O e-commerce brasileiro alcançou a marca dos 75 bilhões ano passado. Foram mais de 178 milhões de pedidos realizados, gerando um crescimento de 22,7%. Além disso, houve um crescimento de mais de 40% no número de clientes, que saiu de 22 milhões para 31 milhões em 2019.

A tendência é de que os números melhorem ainda mais nos próximos anos, visto que, atualmente, o Brasil conta com 128 milhões de internautas, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). E o numero só cresce.

Diante deste cenário, o grande desafio para os shoppings é a integração do meio digital com as lojas físicas, focados no omnichannel, conceito que oferece ao consumidor uma possibilidade de relacionamento com os diversos canais da empresa com a mesma experiência e eficiência.

Os hábitos de consumo mudaram e as relações com as lojas se tornaram mais digitais. Em pesquisa recente da agência GfK, especializada no levantamento de informações referentes a mercados e consumidores, constatou que o número de clientes que pesquisam no online e preferem realizar a compra na loja física, o chamado webrooming, vem crescendo. Segundo o estudo, na América Latina, os índices de preferência de compra webrooming e showrooming (pesquisa na loja física e compra online) estão bem próximos: 86% e 78%, respectivamente.

Os dados, mostram que o omnichannel, ou seja, a integração do online com o offline, já não é mais apenas uma tendência, e sim uma realidade atual:

  • Para 39% dos entrevistados, ter acesso online a informações sobre o estoque da loja física é fundamental para facilitar a compra.
  • Para 35% dos consumidores, ofertas personalizadas são grandes atrativos para a loja física – que podem ser geradas por meio de informações obtidas pelo histórico do cliente, beacons e QR codes.
  • 72% já utilizaram um serviço de click & collect (pontos de retirada)
  • 49% recorreram mais a ele do que o faziam há um ano
  • 21% fazem isso em pelo menos metade de suas compras
  • 28% comprariam em outro varejista se o click & collect não estivesse disponível
  • 17% não realizariam a compra nesses casos.
  • 75% optam pelos pontos de retirada pela conveniência
  • 74% elogiam a forma de entrega gratuita para suas compras
  • 65% dos consumidores fazem compras adicionais nos pontos de retirada.

Ou seja, cada vez mais, as pessoas estão comprando na internet, mas retirando os produtos adquiridos nas lojas físicas

Além das lojas, os empreendimentos também têm investido na inserção digital.

“O consumidor moderno busca praticidade, mas a experiência de compra na loja física permanece sendo valorizada. Elas permitem que o shopping esteja mais próximo do frequentador, ampliando a divulgação de suas ações e otimizando as interações com o público”

– Glauco Humai, presidente da Abrasce.

Pensando nisso, a Digital Seller criou um produto específico para Shopping Centers, onde eles podem colocar todas as suas lojas em um grande Catálogo Digital!

Entre em contato conosco agora pelo WhatsApp ou pelo email ou entre em nosso site e veja mais informações!