O Brasil é um dos países que registra as maiores taxas de crescimento em e-commerce no mundo e, apesar de grandes nomes estarem presentes na internet com enormes portais de vendas, a grande fatia responsável por este crescimento espantoso são as pequenas e médias lojas virtuais. Estudos apontam que existe muito espaço para desenvolvimento e crescimento do e-commerce no Brasil se compararmos com a média mundial.

Dados recentes reforçam e comprovam que as taxas de crescimento nos últimos anos do e-commerce Brasil não param de crescer:
Em 2012, o faturamento total do e-commerce brasileiro foi de R$22,5 bilhões, o que representou um crescimento de mais de 20% em relação ao ano de 2011, quando o faturamento anual foi de R$ 18,7 bilhões. Já 2013 foi um ano ainda melhor se comparado a 2012, pois todas as previsões e expectativas das principais consultorias especializadas apontavam um faturamento próximo a R$28 bilhões, o que já seria um crescimento considerável de  pouco mais de 24% em relação a 2012. Porém, contrariando positivamente os mais otimistas, o comércio eletrônico movimentou no ano de 2013 mais de R$31 bilhões o que representa um crescimento de 29% em relação ao ano anterior, este número foi impulsionado pela entrada de 10 milhões de novos consumidores de e-commerce no Brasil.

Para 2014 a previsão, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), é de que o faturamento atinja R$39 bilhões de reais, com um crescimento previsto de 26% em relação a 2013. Este crescimento deverá ser impulsionado por ser um ano de copa do mundo, principalmente nas categorias de eletrônicos e material esportivo.

Fonte: http://www.webjump.com.br/loja-virtual-magento/crescimento-e-commerce-brasil/